Covid-19: Bélgica permite regresso de público aos estádios

Anderlecht, Eupen e Charleroi viram planos sanitários aprovados e poderão contar com o apoio dos fãs nas próximas partidas caseiras.

O treinador do Anderlecht, Vincent Kompany, terá adeptos nos jogos caseiros
Foto
O treinador do Anderlecht, Vincent Kompany, terá o apoio dos adeptos nos jogos caseiros dr

As autoridades belgas deram esta terça-feira permissão a vários clubes para o regresso de público às bancadas dos estádios de futebol, ainda que limitando a afluência de espectadores e impondo regras para prevenir a propagação da covid-19.

Até ao momento, o limite máximo de público na Bélgica para desportos ao ar livre estava fixado nas 400 pessoas, mas todas as partidas da Liga profissional têm sido disputadas sem público desde 7 de Março.

O comité formado por membros da Liga e da Federação de Futebol belgas, responsáveis regionais do Desporto, Ministério do Interior, forças policiais e clubes aprovaram o protocolo apresentado pelo Anderlecht, o que permite ao clube da capital receber o Cercle Brugge no estádio Loto Park com a presença de fãs.

Com capacidade máxima para 21.500 espectadores, foram autorizados a assistir à partida 6.350 aficionados durante as três próximas partidas que o Anderlecht realizar em casa. As normas relativas ao distanciamento físico e o uso de máscaras são obrigatórias.

Outros clubes, como o Eupen e o Charleroi também viram os seus planos sanitários aprovados, pelo que também vão poder contar com o apoio dos fãs nas próximas partidas caseiras, enquanto ainda estão a ser analisados os planos da maioria dos clubes belgas.

Sugerir correcção