Covid-19. Maior aumento de internamentos dos últimos dois meses em Portugal

Nas últimas 24 horas, 27 pessoas foram internadas com covid-19. País com mais 249 casos e três mortes desde domingo.

Foto
Fotografia de hospital em Nova Deli Reuters/DANISH SIDDIQUI

Portugal registou, esta segunda-feira, o maior aumento no número de internamentos dos últimos dois meses. No total, foram 27 as pessoas internadas nas últimas 24 horas, sendo que o dia 29 de Junho foi a última vez em que este dado foi tão acentuado. Nesse dia, foram mais de três dezenas de pessoas (31) a dar entrada no hospital infectadas com o novo coronavírus.

Quanto aos dados gerais do boletim diário da Direcção-Geral da Saúde, Portugal registou mais 249 casos de infecção por covid-19. São agora 60.507 casos confirmados desde o início da pandemia, num total de 15.648 casos activos.

Morreram, no mesmo período, três pessoas infectadas com a covid-19, elevando para 1843 o número de óbitos provocado pelo novo coronavírus no país.

À subida de pacientes internados junta-se ainda um aumento do número de pessoas em unidades de cuidados intensivos: são, agora, 49 pacientes, mais seis do que no domingo.

A zona Norte acolhe o maior número dos novos casos registados no último dia, com 133 (equivalente a 53% do total) infecções. Por sua vez, Lisboa e Vale do Tejo – que, até há bem pouco tempo, concentrava a grande maioria das novas infecções diárias – regista 85 infecções, número que corresponde a 34% dos novos casos. Foi nesta região, contudo, que ocorreram os três óbitos das últimas 24 horas.

Quanto às restantes regiões: o Centro tem 17 novos casos (6,8%), o Alentejo duas novas infecções (0,8%), o Algarve mais três pessoas infectadas (1,2%), o arquipélago da Madeira regista dois novos casos (0,8%) e, por último, as autoridades de saúde açorianas registaram sete infecções (2,8%). 

Quanto ao ranking dos concelhos, o top5 manteve-se inalterado na última semana. Lisboa, com 5295, é o mais afectado do país. Sintra, com 4486 é o segundo mais afectado em todo o país, seguido de Loures, com 2612 casos, Amadora, com 2586 infectados, e, por último, Vila Nova de Gaia, com 1969.

Os dados relativos aos concelhos são actualizados semanalmente à segunda-feira.