Pedreiras e ambientalistas questionam contribuição anual que o Governo quer cobrar

Nos pareceres que entregaram durante a consulta pública da nova lei das pedreiras, tanto a associação ambientalista Zero como a associação empresarial Assimagra questionam a fórmula e a sua aplicação. Assimagra diz que vai levar a encerramentos de empresas. Zero exige que seja para fazer recuperação ambiental.

Foto
Acidente em Borba aconteceu em Novembro de 2018 Rui Gaudencio

A associação ambientalista Zero considera que a proposta de decreto-lei com que o Governo pretende desenhar um novo enquadramento para a exploração de pedreiras vai “no bom sentido”, mas “não é suficientemente ambicioso” e, pior de tudo, “não garante a recuperação do passivo ambiental do sector”.