Benfica reencontra PAOK no acesso à Liga dos Campeões

“Encarnados” jogarão a partida da 3.ª pré-eliminatória na Grécia.

sl-benfica,desporto,liga-campeoes,futebol-internacional,
Foto
LUSA/MANUEL DE ALMEIDA

O PAOK, treinado por Abel Ferreira, vai ser o adversário do Benfica na 3.ª pré-eliminatória da Liga dos Campeões. O sorteio realizado nesta segunda-feira, em Nyon, determinou que o encontro único será disputado na Grécia, no dia 15 ou 16 de Setembro.

Segundo classificado da Liga grega em 2019-20, o PAOK já defrontou o Benfica em três ocasiões anteriores (1999-00, 2013-14, 2018-19), tendo a equipa portuguesa levado sempre a melhor. O último embate aconteceu precisamente numa etapa de apuramento para a fase de grupos da Champions, na altura o play-off, com um empate em Lisboa e um triunfo expressivo das “águias” em Salónica.

De entre os três adversários possíveis (aos gregos juntavam-se o Rapid Viena e o AZ), o PAOK está longe de poder ser considerado o mais acessível e, na eliminatória anterior, deu uma prova de grande competência, ao afastar os turcos do Besiktas, por 3-1. Um jogo que, curiosamente, também foi disputado em Salónica e, naturalmente, sem público.

Habitualmente disposta em 4x4x2, a equipa do PAOK conta com vários jogadores familiarizados com o campeonato português, desde o central Fernando Varela e do lateral Rodrigo Soares, aos médios Anderson Esiti, Misic e Vieirinha, passando ainda pelo avançado Pelkas.

Entre os destaques individuais do plantel, sobressaem o experiente médio internacional marroquino Omar El Kaddouri, que fez boa parte da carreira em Itália, e o avançado Chuba Akpom, um inglês de 24 anos, veloz e possante, que cumpriu a formação no Arsenal.

Antes do embate com a equipa portuguesa, o PAOK tem agendado um jogo de preparação com o Panathinaikos, no próximo sábado. Já o Benfica tem o próximo desafio da pré-temporada previsto para quarta-feira, diante do Sp. Braga, depois de no domingo ter derrotado o Bournemouth por 2-1.

Condição determinante numa época de forte investimento no plantel, o apuramento para a fase de grupos estará ainda dependente do posterior sucesso no play-off. Caso ultrapasse o PAOK nesta ronda, o Benfica disputará a 22/23 e 29/30 a derradeira eliminatória antes da entrada na Liga milionária, sendo que já será discutida a duas mãos. 

Sugerir correcção