Escolas podem desdobrar turmas para prevenir infecção, afirma tutela

Medida não se encontra prevista nas orientações do ME para o próximo ano escolar.

Ministro da Educação anunciou contratação de mais 2500 professores
Foto
Ministro da Educação anunciou contratação de mais 2500 professores LUSA/NUNO ANDRÉ FERREIRA

A possibilidade de desdobrar as turmas, dividindo-as por exemplo em dois grupos, não consta das orientações da tutela para o próximo ano lectivo no que respeita à prevenção de focos de infecção, mas o Ministério da Educação (ME) garante agora que as escolas também poderão recorrer a este meio. “O desdobramento de turmas é uma das estratégias já previstas na lei para a utilização do crédito horário”, indicou em respostas ao PÚBLICO.