Dezenas de peixes mortos encontrados no rio Novo do Príncipe em Aveiro

Nas duas últimas semanas têm sido encontradas dezenas de peixes mortos a boiar (tainha e robalo)

local,aveiro,ambiente,rios,poluicao,agua,
Foto
Nuno Ferreira Santos

Dezenas de peixes mortos foram avistados à tona da água no rio Novo do Príncipe, em Aveiro, disse nesta quarta-feira a Associação de Defesa do Ambiente de Cacia e Esgueira (ADACE) que denunciou o caso às autoridades.

O vice-presidente da ADACE, António Costa Pinto, disse à Lusa, que nas duas últimas semanas têm sido encontradas dezenas de peixes mortos a boiar (tainha e robalo), junto à ponte do Rio Novo do Príncipe, no lugar de Vilarinho, na freguesia de Cacia.

Além da presença de peixe morto, que registou em imagens, o mesmo responsável diz ter observado também a existência de cardumes de peixes “com muitas dificuldades de sobrevivência”.

O dirigente associativo disse ainda que a água apresenta “manchas de óleo acastanhadas, semelhantes a espuma de sabão e mais suja que o normal”, adiantando que algumas pessoas têm recolhido o peixe, porque se sentem incomodadas com o mau cheiro.

A ADACE já deu conhecimento deste caso ao Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) da GNR, tendo recebido a informação de que a Agência Portuguesa do Ambiente já terá ido ao local recolher análises.

Sugerir correcção