Campanha de Cavaco e actual presidente da TAP pagos por saco azul do GES

Acusação descreve forma como o banqueiro e os seus homens e mulheres de confiança foram responsáveis pela “produção sistemática e sucessiva de demonstrações financeiras falsas, divulgadas a accionistas, credores, auditores de empresas do GES, supervisores, nacionais e estrangeiros”.

pglobal,sociedade,justica,bes,ricardo-salgado,
Foto

A sociedade ES Enterprise, que funcionava como saco azul do Grupo Espírito Santo, financiou a campanha eleitoral de Cavaco Silva em 2011, tendo servido também para pagar serviços ao então deputado social-democrata Miguel Frasquilho, hoje presidente da TAP. Ambas as figuras da política nacional têm alegado desconhecimento deste facto, relatado no despacho de acusação proferido esta terça-feira contra o líder do universo Espírito Santo, Ricardo Salgado, e 24 outros arguidos.