Mortes e novos casos diários de covid-19 aumentam em Julho

Médias diárias de óbitos e novas infecções são piores do que no mês passado. Há mais oito mortos e 342 casos de covid-19 em Portugal. Sete em cada dez novas infecções são na região de Lisboa.

Nas últimas 24 horas, registaram-se mais oito mortes por covid-19 em Portugal. É uma subida em relação às duas vítimas registadas no boletim da Direcção-Geral da Saúde (DGS) de sexta-feira. Desde o início de Julho que a média de mortes se situa ligeiramente acima de sete vítimas diárias. Durante o mês de Junho a média fixou-se pouco acima de 5,5 mortes diárias. Também a média de novos casos é superior ao mês passado.

A DGS anunciou este sábado 342 novas infecções pelo coronavírus SARS-CoV-2, um acréscimo que se deveu, em grande parte, a Lisboa e Vale do Tejo. Esta região tem este sábado mais 259 casos, representando 71% do total das novas infecções.

Desde o início da pandemia foram registados 46.221 casos de covid-19 em Portugal, 88,5% dos quais nas regiões Norte e de Lisboa e Vale do Tejo.

Os primeiros dias deste mês de Julho mostram também uma tendência para o aumento do número diário de casos. Em Junho, mês em que se iniciou a terceira fase do desconfinamento, o número médio de novos casos situou-se nos 322 por dia. Nestes primeiros dias de Julho a média está nos 368 novas infecções.

O número de recuperados subiu nas últimas 24 horas: há agora mais 305 “curados” da covid-19. No total, já recuperaram da doença 30.656 pessoas em Portugal.

O número de internados situa-se actualmente nos 459, menos 12 do que na sexta-feira. Do total de internados, 68 estão numa unidade de cuidados intensivos (UCI), mais dois do que no último relatório da DGS.

O maior número de óbitos concentra-se nas pessoas com mais de 80 anos (1108, mais quatro do que na sexta-feira), seguidas das que tinham entre 70 e 79 anos (318, mais três) e entre os 60 e 69 anos (149, mais uma). Há 55 mortes entre os 50 e 59 anos, 20 entre os 40 e 49, dois entre os 30 e os 39 e outros dois entre os 20 e os 29 anos.

Só no dia 14 de Julho deverá haver actualização do número de casos por concelho.