Mais 13 mortes e todas na região de Lisboa. É o maior aumento diário desde 1 de Junho

Há mais de 30 mil recuperados no país: são 30.049. O número de casos de infecção ultrapassou os 45 mil esta quinta-feira. Estão internadas 487 pessoas, menos 25 do que no dia anterior. A maior parte dos novos casos continua a registar-se em Lisboa e Vale do Tejo.

Coronavírus
Foto
Miguel Manso

Portugal registou mais 13 mortes (mais 0,8%) e 418 casos de infecção pelo novo coronavírus esta quinta-feira, o que representa um aumento de 0,9% relativamente ao dia anterior. É o maior aumento diário no número de mortes desde 1 de Junho, quando se registaram 14 óbitos. Dos novos casos, 328 (78,5%) foram identificados na região de Lisboa e Vale do Tejo. As 13 mortes ocorreram na mesma região.

Há 487 pessoas internadas, menos 25 do que na quarta-feira. Em unidades de cuidados intensivos estão 73 pessoas, menos uma do que no dia anterior. Já foram dadas como recuperadas 30.049 pessoas, 335 nas últimas 24 horas. São 13.584 os casos activos neste momento, número que resulta da subtracção dos recuperados e dos óbitos ao total de infecções.

Os dados foram divulgados esta quinta-feira no boletim epidemiológico da Direcção-Geral da Saúde (DGS), que é actualizado diariamente. A taxa de letalidade em Portugal é de 3,6%. Das pessoas que morreram com covid-19, 86,2% tinham mais de 70 anos. O boletim desta quinta-feira não apresenta o quadro das idades relativo aos infectados.

O relatório continua sem incluir a actualização dos dados por concelho. A DGS refere que está “a realizar a verificação de todos os dados com as autoridades locais e regionais de Saúde que ficará concluída durante os próximos dias”.

A região de Lisboa e Vale do Tejo tem o maior número de casos de infecção (21.584). Seguem-se o Norte (17.957), o Centro (4245), o Algarve (683) e o Alentejo (562). Os Açores contabilizam 151 infecções e a Madeira 95.

Confirmaram-se, desde o início da pandemia, 45.277 casos de infecção, morreram 1644 pessoas e 30.049 recuperaram. Na quarta-feira, Portugal registou mais duas mortes e 443 casos de infecção, dos quais 327 (74%) na região de Lisboa e Vale do Tejo.

Sugerir correcção