Políticos e peritos entram em choque por causa da incerteza sobre Lisboa

Entre os governantes existe a convicção de que a decisão de desconfinamento de há um mês assentou em análises com falhas no caso em Lisboa. Cientistas não gostam de ver as suas comunicações usadas como arma política.

Saúde
Foto
LUSA/ANTÓNIO PEDRO SANTOS

Políticos e cientistas saíram exasperados uns com os outros da última reunião que tiveram no Infarmed, na quarta-feira. Do lado do poder político, cresce a convicção de que os técnicos de saúde falharam na análise dos casos em Lisboa e o receio de que a decisão, tomada há um mês, de desconfinamento possa ter assentado afinal num diagnóstico distorcido da realidade. Isso explica o tom mais impaciente de António Costa e as perguntas insistentes de Marcelo Rebelo de Sousa na reunião.