Políticos e peritos entram em choque por causa da incerteza sobre Lisboa

Entre os governantes existe a convicção de que a decisão de desconfinamento de há um mês assentou em análises com falhas no caso em Lisboa. Cientistas não gostam de ver as suas comunicações usadas como arma política.

Foto
LUSA/ANTÓNIO PEDRO SANTOS

Políticos e cientistas saíram exasperados uns com os outros da última reunião que tiveram no Infarmed, na quarta-feira. Do lado do poder político, cresce a convicção de que os técnicos de saúde falharam na análise dos casos em Lisboa e o receio de que a decisão, tomada há um mês, de desconfinamento possa ter assentado afinal num diagnóstico distorcido da realidade. Isso explica o tom mais impaciente de António Costa e as perguntas insistentes de Marcelo Rebelo de Sousa na reunião.

Sugerir correcção