online,internet,consumo,especial-vinhos,vinhos,fugas,
Miguel Feraso Cabral

O vinho online está para ficar — mas só o turismo o poderá salvar

Confinados, os apreciadores de vinho perceberam que a melhor forma de chegar até ele, ou de o fazer chegar a suas casas, era comprando-o através da Internet. Lojas, garrafeiras, produtores, consultores e sommeliers adaptaram-se rapidamente ao novo mundo do vinho online. Será uma tendência que veio para ficar?

2020, finais de Março. Ao mesmo tempo que o mundo entrava em lockdown, os termos relacionados com a pandemia, com as técnicas de sobrevivência e estratégias de confinamento, não eram os únicos a atingir o pico Google Trends (site que analisa a popularidade das principais consultas no motor de busca), que viu dispararem as pesquisas para expressões como “buy wine online” (comprar vinho online) e “wine delivery” (entrega de vinho).