Motorista de autocarro esfaqueado no braço por jovem que viajava sem bilhete em Sintra

Motorista da empresa Vimeca ficou ferido sem gravidade. PSP ainda está a tentar encontrar os jovens que acredita serem residentes em Belas, no concelho de Sintra.

acidentes,sintra,sociedade,lisboa,crime,transportes,
Foto
PBC PEDRO CUNHA - PÚBLICO

Um motorista da empresa de transportes Vimeca foi esfaqueado no braço na tarde desta sexta-feira por um jovem que viajava no autocarro sem bilhete.

Segundo confirmou o PÚBLICO junto do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, o esfaqueamento aconteceu por volta das 17h depois de o motorista ter alertado um grupo de três jovens de que não poderiam fazer a viagem sem bilhete. Quando o homem parou o autocarro numa das paragens da Avenida da Marinha Portuguesa, em Belas, no concelho de Sintra, para que os jovens saíssem do veículo, um deles esfaqueou-o no braço com uma navalha.

“Ainda estamos a fazer diligências no sentido de tentar interceptar o grupo de três jovens que queriam entrar ou viajar sem que tivessem título de transporte válido. Foram chamados à atenção pelo motorista e, quando iam abandonar o autocarro, um deles, munido de uma navalha, desferiu um golpe no braço direito do motorista”, descreve ao PÚBLICO o comissário da PSP Luís Santos.

No local esteve também uma equipa dos Bombeiros Voluntários de Belas. De acordo com o comandante, o motorista, que terá entre 46 e 48 anos, não ficou ferido com gravidade e foi levado para o Hospital Amadora-Sintra.

“Estamos perante uma situação de futilidade que traz consequências para o motorista, para a empresa e para as pessoas que viajavam dentro do autocarro. Três jovens, sem se aperceberem, lançam o pânico e criam um clima de insegurança”, disse o comissário, adiantando ainda que tudo aponta para que os jovens residam perto do local onde aconteceram os factos e que a PSP está a fazer “todos os esforços” para os encontrar.