Castro Verde celebra três anos como Reserva da Biosfera da UNESCO

O programa de festas inclui o lançamento de um mapa turístico, de um puzzle 3D de uma abetarda e aposta no turismo de bicicleta.

,Reserva da biosfera
Fotogaleria
A abetarda é símbolo de Castro Verde e é aqui a casa da maioria da população da espécie que existe em Portugal CM Castro Verde
,Fotografia
Fotogaleria
Durante um passeio de balão no Verão de 2019 Miguel Manso
unesco,fugas,alentejo,turismo,ambiente,conservacao-natureza,
Fotogaleria
Durante um passeio de balão no Verão de 2019 Miguel Manso
unesco,fugas,alentejo,turismo,ambiente,conservacao-natureza,
Fotogaleria
Durante um passeio de balão no Verão de 2019 Miguel Manso
unesco,fugas,alentejo,turismo,ambiente,conservacao-natureza,
Fotogaleria
Durante um passeio de balão no Verão de 2019 Miguel Manso
unesco,fugas,alentejo,turismo,ambiente,conservacao-natureza,
Fotogaleria
Durante um passeio de balão no Verão de 2019 Miguel Manso

O município de Castro Verde, no distrito de Beja, celebra na segunda-feira o terceiro aniversário da classificação do concelho como Reserva da Biosfera da UNESCO com o lançamento de um mapa turístico e um puzzle 3D de uma abetarda.

Os dois novos produtos constituem “passos importantes no domínio da informação turística e na promoção da descoberta dos recursos e dos valores deste território” do Baixo Alentejo, de acordo com uma nota hoje enviada à agência Lusa pelo gabinete de comunicação da câmara.

A apresentação do mapa turístico e do puzzle tridimensional da ave característica da região terá lugar a partir das 15:00, no posto de turismo de Castro Verde.

No mesmo dia, mas às 10h30, o Salão Nobre do município recebe a assinatura do contrato de implementação do Centro de Cycling de Castro Verde, um projecto que irá identificar e sinalizar uma rede de percursos cicláveis no concelho, “tendo em vista o desenvolvimento desta oferta turística que tem tido crescente procura”.

O concelho de Castro Verde foi classificado em 14 de Junho de 2017 como Reserva da Biosfera pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO).

Na altura, o município referiu que Castro Verde é um ecossistema “onde a compatibilização da actividade agrícola com a conservação da paisagem e da natureza se tem traduzido na manutenção da maior área da estepe cerealífera, criada por práticas centenárias de uma agricultura extensiva, que levou à formação de um riquíssimo mosaico de habitat”, onde existem, entre outras espécies, aves como a abetarda, o sisão e o peneireiro-das-torres.

O Plano de Acção da Reserva da Biosfera de Castro Verde é gerido por uma pareceria constituída pela Associação de Agricultores do Campo Branco, Liga para a Protecção da Natureza e pelo próprio município alentejano.

Sugerir correcção