África Oriental: praga de gafanhotos pode aumentar 400 vezes em Junho e combatê-la é mais difícil por causa da covid-19

No Quénia, os gafanhotos estão a comer num dia a quantidade total de comida ingerida por todos os habitantes do país em dois dias.

Um gafanhoto só não causa danos. O problema são os enxames de enormes dimensões que destroem culturas á sua passagem
Foto
Um gafanhoto só, não causa danos. O problema são os enxames de enormes dimensões que destroem culturas à sua passagem Feisal Omar

Uma praga de gafanhotos que destroem vastas áreas cultivadas e estava já a afectar vários países africanos está a tornar-se cada vez mais problemática, por a luta contra a praga estar a ser dificultada pelo combate a outro problema, a covid-19.