Centenas de operacionais da Autoridade Marítima vigiam praias neste fim-de-semana

Temperaturas a chegar aos 36 graus fazem antecipar uma forte afluência dos banhistas. Autoridade passa a contar com mais 30 viaturas para vigiar praias sem nadador-salvador.

policia-maritima,acidentes,sociedade,portugal,ambiente,praias,
Foto
As previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) apontam para temperaturas que podem superar os 30 graus este fim-de-semana. LUSA/MIGUEL A. LOPES

Centenas de operacionais do dispositivo da Autoridade Nacional Marítima (ANM) vão vigiar as praias já este fim-de-semana. A época balnear apenas começa a 6 de Junho, mas com as temperaturas a chegar aos 36 graus, segundo as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) é esperada uma grande afluência de banhistas.

Ao PÚBLICO, o comandante da AMN, Fernando Pereira da Fonseca, disse que aquela autoridade já tinha avisado na quarta-feira, que ia estar nas praias com um dispositivo constituído por elementos das capitanias, Instituto de Socorros a Náufragos e polícia marítima. “Será numa atitude de prevenção e de sensibilização”, explicou, sublinhando que esta vigilância deverá ocorrer sobretudo nas praias habitualmente mais frequentadas e nas que têm difícil acesso, mas que também são muito procuradas.

De acordo com o comandante da AMN, esta operação “insere-se no que é habitualmente feito quando o tempo já convida à praia e ainda não foi aberta a época balnear”.

Este ano o Projecto Seawatch, que promove a segurança nas praias não vigiadas, vai receber 30 viaturas novas. Fernando Pereira da Fonseca, comandante da Autoridade Marítima Nacional (AMN), adiantou ao PÚBLICO que as novas viaturas são esperadas a 30 de Maio e que vão permitir fazer a vigilância das praias sem nadador salvador.

Segundo o comandante da AMN, essas viaturas são conduzidas por militares da marinha com formação de nadador-salvador, suporte básico de vida, condução em todo o terreno, curso de oxigenoterapia e uso de desfibriladores.

Sugerir correcção