Não há festas mas há sardinhas: arrancou a votação popular

No décimo aniversário do concurso de sardinhas não há festas populares para as celebrar, mas a imaginação não se confinou e há 146 peixes à espera de atenção.

Esta é, para já, a sardinha que leva a dianteira da votação
Foto
Esta é, para já, a sardinha que leva a dianteira da votação DR

Cá estão elas, frescas e boas. Lá por não haver Festas de Lisboa este ano não significa que não haja sardinhas – em carne e espinha, assadas no carvão, deitadas em cama de pão com pimento à beira, ou em desenhos fantasiosos e coloridos para abrilhantar os recantos da cidade.

É sobre estas de que aqui falamos, porque o júri já escolheu as seis sardinhas vencedoras do concurso de 2020 e agora, como nos anos anteriores, pede ajuda ao público para escolher as três menções honrosas. A votação decorre na página de Facebook das Festas de Lisboa e é uma corrida ao like: quem tiver mais, ganha.

Há 146 sardinhas em disputa e todas parecem comprovar que não há imaginação que se confine. Desde um naperon em forma de sardinha e um peixe formado por botões e dedal a desenhos de astronautas, OVNI, fadistas, bolos e croissants, bailarinas, avós e netos, desportistas, festas populares, pescadores e mostrengos – tudo cabe no exíguo espaço do pitéu.

A votação decorre até 28 de Maio e prevê-se o anúncio das vencedoras depois disso. Neste momento, leva a dianteira a sardinha em forma de Amália.

Sugerir correcção