Câmara de Matosinhos vai fazer testes serológicos a 500 trabalhadores

Testes feitos em parceria com o i3S arrancam no dia 25 de Maio e servem de base a estudo epidemiológico

Foto
Testes serológicos permitem ver se uma pessoa teve contacto com o novo coronavírus Miguel Manso

A Câmara Municipal de Matosinhos vai fazer testes serológicos a 500 trabalhadores “que estiveram na primeira linha de combate à pandemia”: funcionários municipais, agentes da Polícia Municipal, bombeiros das quatro corporações do concelho e funcionários das Uniões de Freguesia.

Numa parceria com o I3S – Instituto de Investigação e Inovação em Saúde, através do Ipatimup Diagnósticos, os testes arrancam no dia 25 de Maio e têm como objectivo “avaliar a presença de anticorpos ao vírus SARS-CoV-2”. Como acontecerá com os trabalhadores da Câmara do Porto, os testes vão ser realizados num modelo drive-thru.

“Esta operação vai permitir à autarquia ter um retrato fiel sobre a situação de imunidade dos trabalhadores que estiveram no activo durante o período de confinamento e adoptar medidas de protecção adequadas”, explica a presidente da câmara, Luísa Salgueiro, em comunicado.

“Passada a fase de confinamento, e estando nós a preparar o regresso gradual aos locais de trabalho, é útil e necessária a realização destes testes serológicos para perceber o grau de imunidade dos nossos trabalhadores e adequar as medidas de segurança mediante os resultados que obtivermos”, sublinha a autarca.

A amostra conseguida com os 500 trabalhadores vai integrar um estudo com o qual se pretende “estabelecer um ponto de partida para avaliar a presença de anticorpos na população do concelho de Matosinhos, o que permitirá aferir de forma alargada qual a proporção de pessoas no distrito que eventualmente tiveram contacto com o vírus e assim estimar a resposta imunológica e a dispersão do vírus na região”, explica Claudio Sunkel, director do i3S, citado no comunicado.