Miguel Manso
Mark Honigsbaum

“A crise económica é uma consequência do desinvestimento na saúde”

O especialista em História da Medicina Mark Honigsbaum passou os últimos anos a estudar as principais epidemias e a sua consequência nas sociedades. Do ébola ao zika, revisitando o SARS, o investigador responsabiliza “a busca pelo lucro” e a “destruição dos habitats naturais” pela pandemia da covid-19.

The Pandemic Century foi publicado ainda na primeira metade de 2019. Foi como um presságio daquilo que estava para acontecer meses depois. Mark Honigsbaum é professor e historiador de Medicina na City, University of London. Quando grande parte do mundo se prepara para o desconfinamento, o especialista recorda os sinais deixados por outros vírus, como o ébola ou a SARS, e que, com mais atenção, poderiam ter evitado a maior pandemia deste século. O desinvestimento na área da saúde, a vertigem da destruição de habitats naturais e a economia assente em lucros desmedidos serão, de acordo com o investigador, os grandes responsáveis pela crise que teremos que enfrentar nos próximos meses. Ao P2, o também jornalista deixa o alerta para a importância de uma colaboração internacional no que toca ao desenvolvimento de uma vacina e a consequente distribuição mundial. “Será um desastre se, por exemplo, algum país oferecer dinheiro a uma empresa farmacêutica de forma a garantir a exclusividade da vacina para o seu país”, diz.