Praias de Cascais reabriram com novas regras

A câmara municipal decidiu reabrir praias, parques, jardins e o paredão, com novas regras de utilização “para a protecção de todos”.

Nas praias, as pessoas já podem praticar actividade física individual ou com mais uma pessoa
Foto
Nas praias, as pessoas já podem praticar actividade física individual ou com mais uma pessoa Mario Lopes Pereira

A Câmara de Cascais anunciou, esta quarta-feira, a reabertura das praias, do paredão e de espaços verdes, com novas regras, em vigor desde quarta-feira.

“No âmbito da passagem de estado de emergência a situação de calamidade, e para preparar um primeiro e controlado desconfinamento em contexto de pandemia, informamos que o paredão e parques do concelho foram reabertos”, refere a Câmara de Cascais, numa nota divulgada no seu site.

Na mesma nota, são dadas indicações e apresentadas “novas regras de utilização para a protecção de todos”, na orla costeira e espaços verdes. A mesma informação seguiu para a população através de uma newsletter diária.

“Já é possível utilizar as praias”, embora com várias regras de utilização, refere a autarquia. Com a reabertura das praias, continua a obrigatoriedade de manter a distância de segurança de dois metros entre pessoas. Os cidadãos podem praticar actividade física individual ou com mais uma pessoa e a prática de desportos aquáticos é também permitida. As pessoas devem manter-se em movimento, sendo que “não é permitida a permanência no areal”, decidiu a câmara.

Na newsletter, o município diz que “autoriza por tempo ilimitado a prática de desportos nas praias” e sublinha que “não aplicou um tempo limite para a prática dos desportos associados ao litoral” e que conta com “o bom senso dos praticantes”. 

No paredão, as regras de utilização são idênticas às das praias: é obrigatório guardar distância de segurança e as pessoas podem praticar actividade física. É também obrigatório seguir os sentidos de circulação e é proibido o tráfego de bicicletas. 

Nos parques e espaços verdes, deve manter-se uma distância de dois metros e ser evitados ajuntamentos com mais de 10 pessoas. Os espaços vão passar a ter lotação máxima e não será permitida a utilização dos parques infantis nem dos bebedouros.

“Não queremos ter que ser privados destes espaços nunca mais. Mas para isso, para que o vírus não volte a ganhar espaço no nosso modo de vida, temos de ser pacientes e aceitar o cumprimento de algumas regras”, reitera o presidente da Câmara de Cascais, Carlos Carreiras, na newsletter enviada à população.

Sugerir correcção