Vila Nova de Gaia cria “Hotel Positivo” para infectados sem condições em casa

Cada utente terá um termómetro, máscara cirúrgica e folhetos informativos.

Hospital de Gaia ficará mais aliviado
Foto
Hospital de Gaia ficará mais aliviado Nelson Garrido

O Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho, em parceria com a câmara local, abriu hoje o “Hotel Positivo” para acolher doentes com covid-19, cujas condições de habitabilidade não garantam as normas de isolamento, anunciou à Lusa nesta quinta-feira.

Este alojamento, na Hospedaria do Parque Biológico de Vila Nova de Gaia, é exclusivamente dedicado a utentes infectados pelo novo coronavírus sem necessidade de internamento e sem possibilidade de irem para a casa, pelo facto das condições dessa não permitirem “garantir as normas de segurança de isolamento”, sublinhou fonte hospitalar.

Os doentes encaminhados para este hotel terão de assegurar que têm o telemóvel sempre ligado, comprometendo-se a unidade de saúde a garantir a alimentação, a higienização e o acompanhamento médico necessário. Cada utente terá um termómetro, máscara cirúrgica e folhetos informativos.

Já o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia lembrou que os doentes encaminhados para o “Hotel Positivo” não têm “grande dependência”, mas desta forma mantêm-se sob o controlo do hospital.

O hospital entende que, com esta resposta, cria um “alívio de camas” que ficam para os doentes que precisam de ser ventilados, vincou Eduardo Vítor Rodrigues. “Temos os equipamentos, é para os ceder”, concluiu.

Sugerir correcção