Estavam menores no centro onde Ihor, ucraniano, terá sido morto por agentes do SEF

Mandado de detenção de três inspectores refere que Ihor Homenyuk foi espancado durante 20 minutos. Arguidos terão estado sentados em cima dele, esmagando o tórax contra o solo. Num primeiro relatório depois de alegado ataque epiléptico SEF diz que Ihor “caiu e partiu os dentes”.

Foto
Ricardo Mussa

O Centro de Instalação Temporária (CIT) do Aeroporto de Lisboa, do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), não tem o nome de prisão. Mas é como se fosse. A partir do momento em que se entra naquele espaço, os passageiros barrados de entrar em Portugal perdem os seus bens pessoais e a possibilidade de comunicar com o exterior. Têm direito a cinco minutos de chamadas por dia.