Dez infectados em lar de idosos em Sintra

O lar foi imediatamente desinfectado, e foram feitas análises a todos os utentes e trabalhadores. Presidente da autarquia diz que “situação está controlada”.

Velhice
Foto
Todos os utentes e trabalhadores no lar já foram testados PAULO PIMENTA

Dez utentes da Casa de Saúde da Idanha, em Belas, concelho de Sintra, estão infectados com o novo coronavírus, que causa a doença covid-19, disse hoje à Lusa o presidente daquela autarquia, salientando que “a situação está controlada”.

De acordo com o presidente da Câmara Municipal de Sintra, Basílio Horta, em declarações à agência Lusa, naquele concelho estavam registados, até perto das 19h30 deste sábado, “20 casos, dos quais dez estão neste lar”, Casa de Saúde da Idanha, das Irmãs Hospitaleiras, “que estava já a ser monitorizado pela Câmara, com as entidades de saúde”.

O autarca explicou que o lar foi imediatamente desinfectado, e foram feitas análises a todos os utentes e trabalhadores depois de serem detectados dois casos de infecção. Por aquele lar, onde vivem algumas pessoas e aonde outras se deslocam diariamente para consultas, passam todos os dias “cerca de mil pessoas”.

“Neste momento, a situação está controlada e estamos a acompanhá-la”, referiu Basílio Horta.

Resultados demorados preocupam autarquia

Uma das coisas que “tem preocupado” a autarquia “é que os resultados das análises vêm com alguns dias de atraso”.

A Câmara de Sintra já disse que irá"abrir três centros de acolhimento e de análise”. “O primeiro abre já para a semana no novo centro de saúde, em Agualva — é o primeiro centro de saúde onde se vai fazer simultaneamente a avaliação e a análise, e o resultado da análise é sabido no mesmo dia — e os outros dois centros abrem imediatamente a seguir, mas só abrem quando as entidades de saúde entenderem que todas as condições de segurança estão garantidas”, adiantou Basílio Horta.

Para “tranquilizar as pessoas”, o autarca lembrou que “Sintra é o segundo concelho mais populoso do país, com cerca de 400 mil pessoas”. “Nós temos 20 casos oficialmente confirmados. A Grande Lisboa tem cerca de 645 casos confirmados, Sintra, até agora, parece ter sido poupada a esta epidemia. Mas há muitas análises que estão a ser feitas, não quer dizer que este número não aumente, infelizmente, é muito capaz de aumentar”, afirmou.

A ministra da Saúde, Marta Temido, disse hoje que os doentes que forem transferidos dos hospitais para unidades de cuidados continuados ou para lares devem realizar um teste de despiste do covid-19, além de respeitarem um período de isolamento.

Sugerir correcção