Lisboa é das cidades europeias onde mais cocaína se consome

Análise às águas residuais mostrou que em Lisboa a média diária de consumo de cocaína foi de 453 miligramas por mil habitantes, o que coloca a capital portuguesa em 12.º lugar num conjunto de 68 cidades europeias. As emergências hospitalares e as overdoses relacionadas com esta droga estão a aumentar.

Crime
Foto
Aumento da produção de cocaína na América do Sul vê-se nas apreensões feitas pelas autoridades André Kosters/Lusa

A cocaína continua a ser a droga de eleição dos habitantes de Lisboa. E, apesar de o elevado grau de pureza da substância que circula actualmente no mercado ilícito estar a provocar um aumento das emergências hospitalares, o seu consumo não está a diminuir. O relatório em que o Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência (OEDT) divulga os resultados das análises às águas residuais coloca a capital portuguesa em 12.º lugar numa lista de 68 cidades de 23 países europeus.