Coronavírus: Defesa da Juventus infectado com covid-19. Ronaldo fica na Madeira

O clube de Turim revelou que o italiano Daniele Rugani não apresenta sintomas, está infectado com o novo coronavírus.

Foto
LUSA/FRIEDEMANN VOGEL

O futebolista italiano Daniele Rugani, que representa a Juventus, tem covid-19, mas não apresenta sintomas, revelou nesta quarta-feira o clube campeão de Itália, no qual alinha Cristiano Ronaldo. Horas antes, o clube tinha informado que o jogador português iria permanecer na Madeira à espera de novidades sobre a situação em torno do coronavírus.

“Cristiano Ronaldo não treinou e permanece na Madeira a aguardar desenvolvimentos relativos à actual situação de emergência de saúde”, pode ler-se no comunicado da “vecchia signora”, publicado algumas horas antes daquele no qual foi confirmado o caso positivo de Daniele Rugani, o primeiro jogador da Serie A infectado pelo SARS-COV-2.

“O futebolista Daniele Rugani deu positivo no teste para o coronavírus e está actualmente assintomático. A Juventus já começou a activar todos os procedimentos de isolamento estabelecidos por lei, incluindo todas as pessoas que estiveram em contacto com ele”, informou a Juventus, em comunicado divulgado no site oficial.

O central internacional italiano, de 25 anos, está a cumprir a quinta temporada consecutiva nos octocampeões de Itália, sendo que esta época participou apenas em sete partidas, quatro das quais neste ano civil, diante de Udinese, Roma, Brescia e SPAL.

O Governo italiano decidiu, na segunda-feira, suspender de forma temporária o campeonato italiano de futebol, devido ao avanço significativo do covid-19 em Itália, o segundo país do mundo mais afectado pela pandemia, a seguir à China.

A decisão governamental, com efeitos imediatos, vai afectar, durante várias semanas, o campeonato italiano, que é liderado pela Juventus.

Sugerir correcção