Rúben Amorim já é treinador do Sporting. Nova equipa técnica custou dez milhões

Valor será pago em duas prestações de cinco milhões de euros, informa o Sp. Braga. Técnico é o quarto a representar os “leões” em 2019-20.

Rúben Amorim é o novo treinador do Sporting
Foto
Rúben Amorim é o novo treinador do Sporting LUSA/HUGO DELGADO

O Sporting informou, esta quinta-feira, a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) do acordo feito com o Sp. Braga para a contratação de Rúben Amorim. A equipa técnica, que inclui os adjuntos Adélio Cândido e Carlos Fernandes, custou dez milhões de euros​ aos cofres “leoninos”.

No comunicado sobre a mesma operação enviado pelos minhotos à CMVM, o clube explica que este valor será saldado em duas transferências de cinco milhões de euros: a primeira tem de ser realizada até ao dia 6 de Março e a segunda até ao dia 5 de Setembro. 

Ao mesmo tempo que o Sporting detalhava o negócio celebrado com os “arsenalistas”, eram os bracarenses a anunciar que Custódio, treinador da equipa de juvenis, subiu para a categoria de técnico principal, para substituir Rúben Amorim. 

Desde Dezembro, Rúben Amorim passou do terceiro escalão do futebol nacional para o primeiro. A carreira do técnico na I Liga começou no Braga, onde fez 13 jogos e venceu dez. Conquistou ainda um título com os “guerreiros”, a Taça da Liga, vencendo o FC Porto com um golo aos 95’. Agora, chega ao Sporting, um dos “grandes” do futebol português. Tudo em três meses.

Os “leões” vão agora a caminho do quarto treinador, visto que desde o início da época já contaram com três técnicos: Marcel Keizer, vindo da época anterior; Leonel Pontes, treinador interino; Jorge Silas, antecessor de Amorim.

 
Sugerir correcção