O coronavírus chegou ao futebol

Colega de equipa do jogador infectado admite que os restantes elementos da equipa estão “preocupados”.

O primeiro futebolista infectado surgiu em Itália
Foto
O primeiro futebolista infectado surgiu em Itália LUSA/Marco Ottico

É o primeiro caso confirmado de um futebolista infectado com o novo coronavírus. O caso positivo surgiu em Itália, onde King Udog, jogador do Pianese, clube da Serie C italiana (terceiro escalão), foi dado como sendo portador do vírus.

Segundo o jornal italiano Gazzetta dello Sport, o jogador infectado é um dos 528 casos confirmados de Covid-19 em Itália. O futebolista acusou positivo nos testes realizados na última noite e o clube decidiu cancelar o treino desta quinta-feira.

De acordo com a Gazzetta dello Sport, o atleta italiano está de quarentena em casa e que já não apresenta estado febril.

Também em Itália, o defesa do Génova Edoardo Goldaniga, começou a treinar-se à margem do restante plantel como medida de precaução. Isto porque o jogador é natural de Codogno, uma das regiões onde se deu o surto do Covid-19 em Itália.

Quem já comentou a situação foi um dos colegas de equipa do jogador infectado, Antonio Romano. “Somos um grupo e aconselharam-nos a ficar em casa porque nunca se sabe. Para já está tudo suspenso. Hoje de manhã ouvi o dono da equipa, mas ele está trancado em casa porque estão todos preocupados, estivemos todos em contacto com King Udog e é preciso ter cuidado. O clube vai-nos informar quando for para retomar os treinos.

Sugerir correcção