“Temos cada vez mais conteúdos de pornografia infantil produzidos pelas próprias crianças”

É Ricardo Estrela, gestor da Linha Internet Segura, que o diz. São as selfies partilhadas com desconhecidos ou namorados que cada vez mais alimentam sites de conteúdos ilegais.

Foto
Adriano Miranda

Portugal não é um dos países onde costumem ser alojados conteúdos de pornografia infantil, o que limita a actuação das autoridades quando estes casos são denunciados. O fenómeno tem crescido, alerta Ricardo Estrela, gestor da Linha Internet Segura.