ITA suspende temporariamente a agência antidopagem chinesa

A Agência de Controlo Internacional (ITA) refere que a Chinada “retomará a sua actividade normal assim que a situação melhorar”.

Foto
DR

A Agência Antidopagem da China (Chinada) anunciou neste segunda-feira a suspensão temporária das suas actividades em defesa da “saúde pública”, devido ao surto de pneumonia provocado pelo coronavírus, anunciou a Agência de Controlo Internacional (ITA). Citada pela agência noticiosa francesa AFP, a ITA refere que a Chinada “retomará a sua actividade normal assim que a situação melhorar”.

A China elevou para 362 mortos e mais de 17 mil infectados o balanço do surto de pneumonia provocado por um novo coronavírus (2019-nCoV) detectado em Dezembro passado, em Wuhan, capital da província de Hubei (centro), colocada sob quarentena. Além do território continental da China e das regiões chinesas de Macau e Hong Kong, há casos de infecção confirmados em 24 outros países.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou na quinta-feira uma situação de emergência de saúde pública de âmbito internacional, o que pressupõe a adopção de medidas de prevenção e coordenação à escala mundial.