A banda desenhada portuguesa vai a Angoulême

Duas publicações de e com autores portugueses estão nomeadas para o Prémio de BD Alternativa do festival francês que começa na quinta-feira. É uma notícia promissora que atesta a resistência e a generosidade de autores e editores num contexto de progressiva erosão da banda desenhada em Portugal.

Fotogaleria
Ana Maçã ,
Fotogaleria
João Carola
Fotogaleria
Vasco Ruivo
Fotogaleria
João Carola

Difícil e distante. Assim pode ser descrita a relação entre o Festival de Banda Desenhada de Angoulême (França) e Portugal. Se as esferas da cultura literária e das artes visuais reagem ao festival com indiferença, para a banda desenhada portuguesa Angoulême tornou-se um acontecimento longínquo, de difícil acesso.