PJ acredita que Rui Pinto foi o denunciante dos Luanda Leaks

Muitos dos documentos divulgados nos últimos dias fazem parte tanto do processo em que o hacker vai ser julgado como de outros inquéritos que ainda estão em investigação. Advogado francês de Rui Pinto é um dos fundadores da plataforma que recebeu os mais de 715 mil ficheiros dos Luanda Leaks.

,Vazamentos de futebol
Foto
Rui Pinto está em prisão preventiva desde Março de 2019 DR

Os elementos da Polícia Judiciária (PJ) que continuam a investigar o pirata português Rui Pinto, que vai ser julgado por 90 crimes no primeiro processo em que é visado, acreditam que o hacker foi o denunciante por trás da fuga de informação de mais de 715 mil ficheiros conhecida como Luanda Leaks. Esse grande volume de dados foi partilhado com o Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação (conhecido pela sigla inglesa ICIJ) através da PPLAAF, uma plataforma de protecção de denunciantes em África.