"Faked Meet"

E se um desconhecido de repente lhe puser comida na boca?

Um salão de massagens com comida, um “banco” de ovos fertilizados, um “animal de carne vegetariana”, uma prova de terroirs de água, uma cigana que não vemos e que nos dá comida na boca – Marije Vogelzang, a designer holandesa que trabalha sobre a forma como comemos, passou recentemente pelo Porto e por Lisboa.

Deixar que nos alimentem é um acto de confiança. E se quem nos estiver a dar comida for alguém que não conhecemos? E se essa pessoa nos estiver a contar a história da sua vida enquanto nos coloca alimentos na boca? E se esses alimentos tiverem a ver com a história que nos está a ser contada?