Depressão Elsa traz chuva, vento e trovoada. Cinco distritos do continente sob aviso laranja

Até quinta-feira prevê-se um aumento da intensidade do vento, da ondulação e da chuva.

Instituto Português do Mar e da Atmosfera
Foto
Chuva e vento motivam alerta Paulo Pimenta

Cinco distritos de Portugal continental estão esta quarta-feira sob aviso laranja devido à previsão de chuva forte e persistente, podendo ser acompanhada de trovoada, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Vila Real e Aveiro vão estar sob aviso laranja entre as 18h de quarta-feira e as 0h de quinta-feira. A chuva levou também o IPMA a emitir aviso amarelo para os distritos de Viseu, Guarda, Castelo Branco, Coimbra e Leiria até às 3h de quinta-feira.

O IPMA colocou também sob aviso amarelo os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Vila Real, Aveiro, Bragança, Viseu, Guarda, Castelo Branco e Coimbra devido ao vento forte com rajadas até 85 quilómetros por hora, em especial no litoral, e até 110 quilómetros nas terras altas.

Este aviso amarelo para o vento vai estar em vigor entre as 15h de quarta-feira e as 21h de quinta-feira.

Sob aviso amarelo estão ainda os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria e Lisboa devido à agitação marítima, prevendo-se ondas de oeste/sudoeste com 4 a 5 metros até às 6h de quinta-feira.

O IPMA colocou ainda as regiões montanhosas da ilha da Madeira sob aviso amarelo devido ao vento forte com rajadas até 95 quilómetros por hora entre as 12h de quarta-feira e as 0h de quinta-feira.

O aviso laranja, o terceiro numa escala de quatro, aplica-se a situações meteorológicas de risco moderado a elevado, enquanto o aviso amarelo traduz situações de risco para determinadas actividades dependentes da situação meteorológica.

Depressão Elsa traz agitação marítima aos Açores

Um agravamento excepcional das condições de agitação marítima no arquipélago dos Açores está previsto entre quarta e quinta-feira feira, com especial incidência nos grupos ocidental e central, devido à depressão Elsa, anunciou a Autoridade Marítima Nacional (AMN).

“A agitação marítima será caracterizada por ondulação proveniente do quadrante oeste-noroeste com altura significativa que poderá atingir os dez metros e com o período médio a variar entre os 14 e os 15 segundos. O vento poderá registar velocidades superiores a 75 km/h e rajadas acima de 90 km/h”, refere a AMN em comunicado.

A AMN e a Marinha reforçam a recomendação, em especial à comunidade piscatória e da náutica de recreio que se encontra no mar, para um regresso ao porto de abrigo mais próximo e a adopção de medidas de precaução.

“Recomenda-se à comunidade marítima o planeamento e tomada de medidas de precaução atempadas, que podem passar pela verificação e reforço de amarrações, pela colocação das embarcações a seco em lugar seguro, afastado até das próprias rampas de varagem”, acrescenta.