,11 Downing Street
NEIL HALL/EPA

Boris liderou um terramoto conservador e redesenhou o mapa do “Brexit”

Primeiro-ministro alcançou maioria de 78 lugares, mais do que suficiente para consumar o divórcio com a UE. Pior resultado do Labour em 84 anos leva Corbyn a abrir caminho para a sua sucessão, tal como Swinson (Liberais-Democratas). SNP arrasa na Escócia.

Três promessas, duas já cumpridas e a terceira ali ao virar da esquina. É esta a avaliação mais objectiva e pragmática do caminho que tem sido trilhado por Boris Johnson, depois do triunfo incontestável nas legislativas antecipadas no Reino Unido, de quinta-feira, fruto de um desempenho dominante do Partido Conservador e de uma participação desastrosa do Partido Trabalhista – que obrigou Jeremy Corbyn a definir um prazo para a sua saída de cena.