chico-buarque,rio-janeiro,premio-camoes,entrevista,culturaipsilon,livros,
Stringer

Chico Buarque: “Certos escritores não deviam ter mãe”

Um romance em forma de diário que é uma comédia de costumes, alegoria e retrato cruel do Brasil actual. Essa Gente, um dos romances mais divertidos mas também dos mais trágicos do Prémio Camões 2019, que nos respondeu a algumas perguntas, lança um jogo fascinante ao leitor.

Poderá causar estranheza a leitura das primeiras páginas de Essa Gente, o novo romance de Chico Buarque, Prémio Camões 2019, e até poderá acontecer darmos por nós a pensar “mas o que é que o ‘esquisitão’ aprontou desta vez!?” (o leitor perceberá a alusão quando chegar à página 8).