Despesa com medicamentos disparou em 2018. SNS gastou mais 109 milhões de euros

Foi nos hospitais públicos que a despesa com medicamentos mais cresceu no ano passado. Gastos já se aproximam dos níveis dos anos anteriores à intervenção da troika em Portugal.

Foto
Rui Gaudencio

A despesa do Serviço Nacional de Saúde (SNS) com medicamentos vendidos nas farmácias e dispensados nos hospitais públicos disparou no ano passado. Foram mais 109 milhões de euros do que em 2017, num total de 2,461 milhões de euros, que representam já mais de um quarto (26,21%) da despesa global do SNS e 1,22 % do PIB (Produto Interno Bruto), revela o último relatório com a “Estatística do Medicamento e Produtos de Saúde” que acaba de ser divulgado pelo Infarmed. Somado aos gastos dos cidadãos com fármacos, que aumentaram em valor no ano passado (cerca de 11 milhões de euros), a factura com medicamentos aproximou-se já dos 3,2 mil milhões de euros em Portugal.