O que Elizabeth Bishop escreveu no Brasil de 1964 ainda magoa

A curadora da Festa Literária Internacional de Paraty, Fernanda Diamant, sabia que a escolha da poeta norte-americana como homenageada da próxima edição não seria consensual, mas estava longe de antecipar a polémica que rebentou após o anúncio.

Foto
Elizabeth Bishop Bettmann/Getty

Foi inusitado o que aconteceu na manhã desta quarta-feira. Quando pouco faltava para as 10h, hora de Lisboa, a Festa Literária Internacional de Paraty (FLIP), no Brasil, distribuía o seguinte comunicado: “A FLIP nega que Jair Bolsonaro tenha sido convidado ou vá participar da Festa da Literatura Internacional de Paraty de 2020”. No mundo dos festivais literários costuma acontecer o contrário – anunciar-se a presença de um Presidente.

Os leitores são a força e a vida do jornal

O contributo do PÚBLICO para a vida democrática e cívica do país reside na força da relação que estabelece com os seus leitores.Para continuar a ler este artigo assine o PÚBLICO.Ligue - nos através do 808 200 095 ou envie-nos um email para assinaturas.online@publico.pt.
Sugerir correcção
Ler 3 comentários