Arquitectura

Dez anos a viajar pelo mundo em busca do legado da Bauhaus

Salão colorido, 1928. Walter Butzek. Ahrendhoop, Alemanha ©Jean Molitor
Fotogaleria
Salão colorido, 1928. Walter Butzek. Ahrendhoop, Alemanha ©Jean Molitor

Há questões que resistem à passagem do tempo e se mantêm como força motriz da evolução da arquitectura e do design. Uma delas é que tipo de espaços e edifícios queremos habitar? Outra será que tipo de objectos desejamos ter? Há 100 anos, em 1919, quando foi fundada a Escola de Arte Bauhaus, em Weimar, na Alemanha, ninguém poderia prever que de lá surgiriam novas e revolucionárias respostas a essas perguntas. Assim como figuras que se tornariam lendárias no mundo das artes, como os pintores Paul Klee, Wassily Kandinsky ou o arquitecto Mies van der RoheMas assim foi. E o mundo mudou. Desse facto é testemunha o fotógrafo Jean Molitor que, ao longo de dez anos  desde 2009  reuniu imagens que comprovam a influência da escola Bauhaus em todo o mundo. Compilou-as no livro BAU1HAUS – Modernism Around the Globe, em colaboração com a editora Hatj Cantz.

Molitor fotografou em 40 países, como Burundi, Dinamarca, Israel, Alemanha, Cuba, Finlândia e em muitos outros territórios que distam milhares de quilómetros entre si. Mas apesar da distância física que os separa, há elementos no seu interior que os unem — e esses estão relacionados com o modernismo europeu. A estética das obras é o elemento aglutinador destas imagens. "Os edifícios foram encontrados ao acaso, em diversos países", diz Molitor ao P3, em entrevista por email. "A selecção não obedece a um sistema específico, responde apenas a linhas e formas dos edifícios."  Para o fotógrafo não é importante que os edifícios sejam reconhecíveis. "Este é um projecto livre e não obedeço senão ao meu próprio sentido estético e fotográfico", justifica. "Este não é um projecto que deva ser percepcionado como sendo de cariz documental, mas sim artístico."

O grande périplo de Jean Molitor começou no Burundi, em 2009. "O objectivo era fotografar edifícios que estavam em risco de demolição e que fossem de estilo modernista europeu, para que a sua imagem ficasse gravada para a posteridade. Foi nessa altura que comecei a observar as linhas dos edifícios pela primeira vez." Percebeu, ao longo do tempo, que independentemente do país onde se encontrava, estava perante edifícios "parentes", motivo por que abraçou a missão de registá-los. "Para que se possa compreender o projecto, posso dizer que, nas exposições, costumo retirar as legendas e as explicações que costumam acompanhar cada fotografia", explica. "Os edifícios do Camboja podiam estar na República Checa, as estações de metro de Viena podiam estar em Moscovo ou Kazan."

Além de BAU1HAUS – Modernism Around the Globe, Molitor é também autor do fotolivro Bauhaus. As imagens que partilha com o P3 pertencem a ambas as publicações.

Office A9, 1940. Bujumara, Burundi
Office A9, 1940. Bujumara, Burundi ©Jean Molitor
Champignon, Gitega, Burundi
Champignon, Gitega, Burundi ©Jean Molitor
Aerztehaus, 1927. Hans_Poelzig. Berlim, Alemanha
Aerztehaus, 1927. Hans_Poelzig. Berlim, Alemanha ©Jean Molitor
Edifício da Air Burundi, Bujumura, Burundi
Edifício da Air Burundi, Bujumura, Burundi ©Jean Molitor
Câmara Municipal de Aarhus, Dinamarca
Câmara Municipal de Aarhus, Dinamarca ©Jean Molitor
Posto de gasolina Skovshoved, 1936. Arne Jacobsen. Copenhaga, Dinamarca
Posto de gasolina Skovshoved, 1936. Arne Jacobsen. Copenhaga, Dinamarca ©Jean Molitor

Edifício da administração anterior, Gothaer Waggonfabrik, 1934. Gotha, Alemanha
Edifício da administração anterior, Gothaer Waggonfabrik, 1934. Gotha, Alemanha ©Jean Molitor
Villa Schminke, 1932. Hans_Scharoun. Loebau, Alemanha
Villa Schminke, 1932. Hans_Scharoun. Loebau, Alemanha ©Jean Molitor
Centro de Emprego, 1928. Willy Hahn, Rudolf Schroeder. Kiel, Alemanha
Centro de Emprego, 1928. Willy Hahn, Rudolf Schroeder. Kiel, Alemanha ©Jean Molitor
Belvedere Court, 1939. Ernst Ludwig Freud. Londres, Inglaterra
Belvedere Court, 1939. Ernst Ludwig Freud. Londres, Inglaterra ©Jean Molitor
Weissenhofsiedlung, 1927. Le Corbusier. Estugarda, Alemanha
Weissenhofsiedlung, 1927. Le Corbusier. Estugarda, Alemanha ©Jean Molitor
Headquarter da Kesko, 1940. Toivo Paatela. Helsínquia, Finlândia
Headquarter da Kesko, 1940. Toivo Paatela. Helsínquia, Finlândia ©Jean Molitor
Edifício residencial Paquet, 1934. Pierre Patout. Paris, França
Edifício residencial Paquet, 1934. Pierre Patout. Paris, França ©Jean Molitor
Edifício residencial, 1940. Cidade da Guatemala, Guatemala
Edifício residencial, 1940. Cidade da Guatemala, Guatemala ©Jean Molitor
Hotel Cinema Esther, 1934. Genia Averbuch. Telavive, Israel
Hotel Cinema Esther, 1934. Genia Averbuch. Telavive, Israel ©Jean Molitor
Pharmaci Veterinaire 1940. Bekavu, Congo
Pharmaci Veterinaire 1940. Bekavu, Congo ©Jean Molitor
Metro. Arnos Grove. Londres, Inglaterra
Metro. Arnos Grove. Londres, Inglaterra ©Jean Molitor
Garagem automóvel, 1935. Cidade da Guatemala, Guatemala
Garagem automóvel, 1935. Cidade da Guatemala, Guatemala ©Jean Molitor
Edifício de Escritórios, 1940. Casablanca, Marrocos
Edifício de Escritórios, 1940. Casablanca, Marrocos ©Jean Molitor
Correios de Miami. Miami, EUA
Correios de Miami. Miami, EUA ©Jean Molitor
Solimar, 1944. Manuel Copado. Havana, Cuba
Solimar, 1944. Manuel Copado. Havana, Cuba ©Jean Molitor
Residência da embaixada Suíça, 1936. Ernst A Egli. Ancara, Turquia
Residência da embaixada Suíça, 1936. Ernst A Egli. Ancara, Turquia ©Jean Molitor
Tossa del Mar, Espanha
Tossa del Mar, Espanha ©Jean Molitor
Atatuerk Seevilla Florya, 1935. Seyfi Arkan. Istambul, Turquia
Atatuerk Seevilla Florya, 1935. Seyfi Arkan. Istambul, Turquia ©Jean Molitor
Cluj-Napoca, Roménia
Cluj-Napoca, Roménia ©Jean Molitor
©Jean Molitor
Sugerir correcção