Um jogo da macaca com as típicas cabanas da Comporta

©Francisco Nogueira
Fotogaleria
©Francisco Nogueira

No âmago dos areais da Comporta encontramos Hopscotch. Assim se intitula este projecto assinado por António Costa Lima. Com o objetivo de manter as raízes da região, adoptou uma arquitectura vernacular, com recursos da região, inspirando-se, ao nível da forma, escala, método construtivo e materiais, nas típicas cabanas em palafita.

“Projecto ambicioso”, esse de conjugar uma enorme área, pretendida pelo cliente, com o estilo dessas pequenas casas de praia, confessa o arquitecto ao P3. Nesse sentido, "fragmentaram a área pretendida num conjunto articulado de pátios e módulos de construção”, característica que deu origem ao nome: um dia, em brincadeira no estúdio, ao olharem para os vários quadrados desenhados na planta, vieram-lhes à mente várias coisas. Tanto parecia um tabuleiro de xadrez, como um jogo de galo ou até o popular jogo da macaca, Hopscotch em inglês. Estava escolhido o nome.

Dividida por dois módulos interligados por caminhos em madeira, dominantes naquela região, esta habitação particular demorou cerca de dois anos a estar concluída. Foi, diz António Costa Lima, uma "obra apurada ao detalhe", que conta com projecto de arquitectura paisagista do atelier PolenRodeada por arrozais, a casa tem uma "base de betão e cimento" e, em cima, "apenas madeira e colmo". Há ainda uma casa de piscina e uma “série de valências” prontas para “oferecer muita qualidade de vida”.  Tal como "muita luz natural", como se vê nestas fotografias de Francisco Nogueira

©Francisco Nogueira
©Francisco Nogueira
©Francisco Nogueira
©Francisco Nogueira
©Francisco Nogueira
©Francisco Nogueira
©Francisco Nogueira
©Francisco Nogueira
©Francisco Nogueira
©Francisco Nogueira
©Francisco Nogueira
©Francisco Nogueira
©Francisco Nogueira
©Francisco Nogueira
©Francisco Nogueira
©Francisco Nogueira
©Francisco Nogueira
©Francisco Nogueira
©Francisco Nogueira
©Francisco Nogueira
©Francisco Nogueira
Sugerir correcção