AMI
Foto
AMI

Megafone

Ser Voluntário… na AMI

Queres fazer voluntariado mas não sabes por onde como começar? A rubrica Ser Voluntário dá uma ajuda.

Área Geográfica: Nacional
Tema: Luta contra a pobreza

A AMI (Age, Muda, Integra) é uma organização não-governamental (ONG) portuguesa, privada, independente, apolítica e sem fins lucrativos, cuja missão é levar ajuda humanitária e promover o desenvolvimento humano, tendo em conta os direitos humanos e os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável nas áreas da saúde, social e ambiental, em qualquer parte do mundo, independentemente de raça, género, idade, nacionalidade, língua, política, religião, filosofia ou posição social, olhando para cada pessoa como um ser único, insubstituível, digno de atenção e cuidado.

A instituição foi fundada em 1984, com o objectivo inicial de prestar assistência médica nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP). Em 1994, face à necessidade de intervir em território nacional, estendeu a sua área de actuação a Portugal, na tentativa de minimizar os efeitos dos fenómenos da pobreza e exclusão social do país. A promoção de uma cidadania activa na área do associativismo, formação ou ambiente são outras áreas importantes desenvolvidas pela fundação.

Trinta e cinco anos depois, a AMI já actuou em 82 países e conta com 15 equipamentos e respostas sociais em Portugal, que se dividem por nove Centros Porta Amiga (Lisboa — Olaias e Chelas; Almada; Cascais; Coimbra; Porto; Vila Nova de Gaia; Funchal; Angra do Heroísmo), dois abrigos nocturnos (Lisboa e Porto), duas equipas de rua (Lisboa, Porto/ Vila Nova de Gaia), um serviço de apoio domiciliário (Lisboa) e um pólo de recepção de alimentos. Estes equipamentos e respostas sociais desenvolvem um conjunto de serviços sociais (atendimento/acompanhamento social, apoio ao emprego, distribuição alimentar, refeitórios sociais, infotecas contra a infoexclusão, formação profissional, alfabetização, apoio psicológico, balneários) por todo o país.

Qual o impacto da AMI?

Em 2018, a AMI desenvolveu um total de 37 projectos internacionais, um dos quais com equipas expatriadas no terreno (Guiné-Bissau) e 36 projectos internacionais em parceria com organizações locais, em 20 países. Em Portugal, a AMI apoiou, em 2018, um total de 10.423 pessoas, sendo que, desde 1994, ano de inauguração do primeiro Centro Porta Amiga, já foram apoiadas 74.755 pessoas em situação de pobreza e exclusão social. De referir, ainda, que todos os projectos desenvolvidos pela AMI, em 2018, contribuíram para os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável.

Que tipo de voluntariado existe na AMI?

  • apoio na distribuição alimentar a famílias
  • dinamização de actividades nos Centros Porta Amiga (workshops, actividades lúdicas)
  • apoio a acções de angariação de fundos, nomeadamente peditórios e recolhas de bens alimentares
  • participação em acções de sensibilização, presença em stands
  • o voluntariado técnico, por exemplo para médicos, psicólogos, é outra das necessidades sentidas nos equipamentos sociais da  AMI
  • paralelamente, a AMI realiza acções de voluntariado na área da sensibilização ambiental

Quando precisam de mim?

A disponibilidade varia consoante a função do voluntário e deve ser vista caso a caso, junto da pessoa responsável pela gestão do voluntariado na AMI.