Fernando Santos: “Temos de estar ao nível da Lituânia em humildade”

Seleccionador nacional garante estar atento ao contra-ataque e ao relvado sintético em Vílnius.

Foto
LUSA/ANTONIO COTRIM

Fernando Santos afirmou esta segunda-feira, em conferência de imprensa de antevisão do encontro com a Lituânia, em Vílnius, que o duelo de Portugal com o próximo adversário “é mais uma final” para alcançar o primeiro lugar do Grupo B de apuramento para o Euro 2020.

“Isto é uma final e as finais são para ganhar. Não há indicações para meter o pé ou não meter o pé. Temos é que jogar para ganhar. Temos que fazer o que fizemos nas Ilhas Feroé (6-0), que também era sintético”, afirmou Fernando Santos.

“É preciso respeitar o adversário. Vamos defrontar onze jogadores que vão correr muito, lutar muito, para conseguirem um feito frente a Portugal. Temos que estar ao nível deles em termos de humildade. Tínhamos seis finais quando começámos. Depois ficam a faltar quatro”, referiu o técnico, de 64 anos.

Para vencer a Lituânia, Fernando Santos explicou que será preciso, sobretudo, não deixar o adversário partir em contra-ataque. “A Lituânia é uma equipa de trabalha bem, que procura jogar em ataques rápidos e que, com espaço, pode criar problemas. Primeiro, temos que não deixar jogar o adversário e depois, com bola, criar condições para fazer golos”, disse.

O seleccionador admitiu que, apesar do triunfo na Sérvia (2-4), “há sempre aspectos a melhorar” e confirmou que Nelson Semedo, que saiu lesionado no jogo em Belgrado, está em dúvida para o duelo com os lituanos. “Ainda temos 24 horas e vamos ver o que os médicos dizem. Se não jogar ele, joga outro. Tenho 25 jogadores e acredito em todos”, assinalou.

O Grupo B é liderado pela Ucrânia (13 pontos, em cinco jogos), seguindo-se Portugal (cinco em três), Luxemburgo e Sérvia (quatro, em quatro) e Lituânia (um, em quatro).

O primeiro Lituânia-Portugal tem início agendado para as 19h45 e terá arbitragem do holandês Bas Nijhuis.