Medicamento para tratar cancro da mama suspenso duas vezes por queixas dos doentes

O medicamento tinha sido suspenso em 2018 pelas mesmas razões. Em causa estão queixas relacionadas com dificuldades na administração do implante, injectado na zona do abdómen, que actua na produção hormonal. Infarmed diz estar a avaliar a situação.

Foto
Rui Gaudencio

A Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed) determinou a “suspensão imediata da comercialização” e a “recolha” de várias embalagens de um medicamento genérico com a substância goserrelina comercializado pelo laboratório Teva Pharma, que é usado para o tratamento do cancro da mama e da próstata. Em causa estão queixas relacionadas com dificuldades na administração do implante, injectado na zona do abdómen, que actua na produção hormonal. Esta é a segunda vez que o medicamento fornecido por este laboratório é suspenso pela mesma razão.