Martin Eden ou a história de tantos de nós em busca do cinema perdido

Embora num contexto confuso, ou se calhar por causa de toda a confusão (o “caso” Lucrecia Martel/Roman Polanski, que torna as escolhas do júri decisões em terra chamuscada...), é provável que o filme de Pietro Marcello seja um dos premiados da 76.ª edição do Festival de Veneza.

Foto
Luca Marinelli é Martin Eden no filme homónimo de Pietro Marcello DR

Jack London “trazido” de Oakland, na Califórnia, até ao Sul, até Nápoles, o início do século XX alongando-se para uma época imprecisa, difusa, os anacronismos tornando esta a viagem de um arquétipo: um rapaz a fazer-se homem. É assim que um realizador celebrado de “outros festivais” se estreia na ficção e está pela primeira vez na competição do Festival de Veneza.

Sugerir correcção
Comentar