beethoven,harper-collins,tchekhov,literatura,culturaipsilon,livros,
Jean-Regis Rouston/Roger Viollet via Getty Images

Escrever no quarto de Susan Sontag

Histórias é uma colectânea de textos escritos entre 1963 e 1986, e publicados em várias revistas norte-americanas. Foram os ensaios que a tornaram numa figura mítica de intelectual do século XX, mas no entanto é nas narrativas ficcionadas que podemos conhecer Susan Sontag mais intimamente.

A ensaísta e escritora Susan Sontag (1933-2004) disse um dia numa entrevista que a sua sala de estar servia perfeitamente para escrever ensaios, enquanto os contos já precisavam de ser escritos no quarto. Esta afirmação não é apenas uma frase de efeito, ela faz a distinção entre o que na escrita prolixa de Sontag poderia ser considerado de um “domínio público” – os ensaios – e de um “domínio privado” – a ficção.