Fernando Pimenta conquista medalha de bronze na Hungria

Português garantiu qualificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio, com prestação deste sábado na Hungria na prova K1 1000 metros.

Foto
LUSA/TAMAS KOVACS/ ARQUIVO

O canoísta português Fernando Pimenta conquistou neste sábado a medalha de bronze na final de K1 1000 metros dos Mundiais de canoagem, disputados na Hungria.

Com esta medalha, Fernando Pimenta carimbou o passaporte para os Jogos Olímpicos de 2020, que se irão realizar em Tóquio. 

Pimenta, que defendia o título mundial conquistado em 2018 em Montemor-o-Velho, competiu na pista quatro e terminou a prova em 3m37,63s, tendo sido superado pelo húngaro Balint Kopas, medalha de ouro com 3m36,07s e pelo checo Josef Dostal, medalha de prata com 3m37,31s. 

O canoísta luso foi vice-campeão olímpico em Londres2012, com Emanuel Silva em K2 1.000, e quinto em K1 1000 no Rio2016, onde foi sexto em K4 1000 com Emanuel, João Ribeiro e David Fernandes.

Fernando Pimenta é o actual campeão do Mundo de K1 1000 e 5000, sendo que apenas a primeira prova é distância olímpica.

Teresa Portela falha apuramento directo em K1 200

A canoísta lamentou ter falhado este sábado o apuramento directo para Tóquio2020 na prova de K1 200 dos mundiais da Hungria, confiando que vai conseguir a vaga no K4 500 de Portugal.

“Não posso fazer mais nada, por isso é tentar fazer uma boa prova esta tarde no K4, que é a grande aposta, e conseguir o apuramento. No K1 200 já não depende de mim, é aguardar”, disse Teresa Portela. 

Para conseguir a vaga nos 200 metros, a canoísta de Esposende precisa que três das cinco primeiras nesta distância também se apurem no K1 500, no domingo.

“Larguei bem outra vez, consegui ir perto delas, mas no final cedi e perdi pelo menos uma posição. Tinha sido muito melhor o sétimo, pois dava-me mais hipóteses”, admitiu.

“Compito muito melhor com vento a favor, acho que me ajuda. Já sabia que ia ser uma prova mais dura pelo vento, mas ainda assim acho que estive a disputar os primeiros lugares até aos 100 metros. Depois, acabei por ceder, mas continuei a fazer uma boa prova. Fico com o oitavo lugar no mundial”, constatou.

Sugerir correcção