Enfermeiros: em apenas seis meses entraram quase tantos pedidos de emigração como em 2018

Dados da Ordem dos Enfermeiros mostram que entraram 2321 pedidos, quase tantos quantos os registados em todo o ano passado. Condições de trabalho e uma nova carreira que ficou muito aquém do que os enfermeiros desejavam podem explicar aumento de pedidos.

Foto
O desfecho da "greve cirúrgica" é um dos motivos apontados para a subida dos pedidos de emigração Nuno Ferreira Santos

No primeiro semestre deste ano 2321 enfermeiros pediram à Ordem a declaração para efeitos de emigração, documento que permite que trabalhem noutro país. Foram quase tantos pedidos como em todo o ano passado. A diferença é de apenas 415, o que — a manter-se o ritmo registado até ao final de Junho — poderá transformar 2019 num ano recorde. Foi em 2014 que se registaram mais pedidos desde que começou a crise: 2814.