Viagens pagas pela Nos: gestores da saúde violaram princípios éticos, conclui inquérito

Conclusões da Inspecção-Geral da Saúde foram enviadas para o Ministério Público, que ainda está a investigar o caso das viagens pagas por privados a gestores e funcionários da Serviços Partilhados do Ministério da Saúde. Em causa está uma viagem à China paga pela Nos.

Foto
Desde 2014 que a Rede Informática da Saúde (RIS) era gerida pela NOS. Agora a MEO ganhou o concurso. Ines Fernandes

O inquérito feito pela Inspecção-Geral das Actividades em Saúde (IGAS) para apurar as circunstâncias relacionadas com a autorização e realização da viagem à China, paga pela Nos, que ocorreu em Junho de 2015, por trabalhadores e dirigentes da SPMS (Serviços Partilhados do Ministério da Saúde), empresa pública, tutelada pelo Ministério da Saúde, concluiu que ocorreu uma violação dos princípios e valores éticos do serviço público.