Fotografia

As viagens cósmicas de Miguel Claro sem tirar os pés do Alentejo

O Dark Sky Alqueva, Prémio Turismo Responsável nos World Travel Awards, pelo fotógrafo dos astros.

"Uma Via Láctea a nascer em pano de fundo, acima do Parque de Natureza de Noudar". Miguel Claro
Fotogaleria
"Uma Via Láctea a nascer em pano de fundo, acima do Parque de Natureza de Noudar". Miguel Claro

"Estar sob um céu estrelado sempre me fascinou desde que eu era criança. Especialmente, quando eu tentava alcançar as estrelas colocando os meus pés no chão e estendendo o meu braço enquanto sentia e pensava no facto de que não há nada a separar-nos do espaço sideral acima", escreve Miguel Claro. "Sob a natureza, o nosso telhado é de facto o próprio Universo e a coisa mais excitante é o conhecimento que nos deixa saber que somos uma parte importante dele".

Claro é um dos nomes mais conhecidos de uma arte e ténica impactantes, a astrofotografia. O "fotógrafo dos astros" tem somado distinções e, entre prémios e destaques em sites especilizados de todo o mundo, NASA incluída, ainda há dias teve uma fotografia sua nomeada para o concurso de fotógrafo de astronomia do ano pelo britânico Real Observatório de Greenwich.

Nesta fotogaleria juntam-se mais prémios: Claro é o fotógrafo oficial do Dark Sky Alqueva, a reserva de terra e céu que permite admirar as estrelas ao longo de seis concelhos alentejanos e que recebeu o Prémio Turismo Responsável nos World Travel Awards para a Europa – está novamente nomeado, agora para o mesmo prémio a nível mundial.

Um passeio fotográfico com algumas das suas obras mais recentes por algumas das noites mais belas desta reserva que, além de actividades turísticas, tem também o Observatório da Cumeada. É uma estrutura equipada com telescópios de ponta para observação solar e astronómica, uma promessa de grandes viagens cósmicas visuais, das "crateras da Lua passando pelo céu mais profundo" com os pés bem assentes em terras alentejanas.

O portefólio e mais informações sobre cada fotografia podem ser consultadas no site do fotógrafo.

O Arco da Via Láctea e um grupo de fotógrafos e observadores de estrelas. Um céu de verão a partir do Campinho, na reserva Dark Sky.
O Arco da Via Láctea e um grupo de fotógrafos e observadores de estrelas. Um céu de verão a partir do Campinho, na reserva Dark Sky. Miguel Claro
Foto-sequência: "é possível ver o caminho da Lua percorrido durante a fase da totalidade durante o Eclipse Total Lunar ocorrido a 21 de Janeiro de 2019". Captado a partir da Mina de São Domingos, Mértola.
Foto-sequência: "é possível ver o caminho da Lua percorrido durante a fase da totalidade durante o Eclipse Total Lunar ocorrido a 21 de Janeiro de 2019". Captado a partir da Mina de São Domingos, Mértola. Miguel Claro
Uma "Lua Cheia envolta numa fina camada de nuvens e imersa entre dezenas de galhos de uma árvore". Captada a partir do centro histórico de Évora. "Uma visão relativamente abstracta" captada em "dupla exposição com focus stacking".
Uma "Lua Cheia envolta numa fina camada de nuvens e imersa entre dezenas de galhos de uma árvore". Captada a partir do centro histórico de Évora. "Uma visão relativamente abstracta" captada em "dupla exposição com focus stacking". Miguel Claro
"Panorama captado ao amanhecer no estágio final do Eclipse Lunar de 2019". Imagem captada na Mina de São Domingos, Mértola. "As áreas de escombreiras, escórias e canais de água, dão à paisagem um aspecto 'lunar'"
"Panorama captado ao amanhecer no estágio final do Eclipse Lunar de 2019". Imagem captada na Mina de São Domingos, Mértola. "As áreas de escombreiras, escórias e canais de água, dão à paisagem um aspecto 'lunar'" Miguel Claro
"Visível abaixo de duas galáxias, a nossa Grande Via Láctea que se destaca no topo deste panorama vertical, e a Galáxia de Andromeda, a forma elíptica difusa que brilha perto do centro da imagem". E, ali, o barco Sem Fim: é um veleiro holandês construído em 1913 que foi transformado em casa e agora navega no Alqueva.
"Visível abaixo de duas galáxias, a nossa Grande Via Láctea que se destaca no topo deste panorama vertical, e a Galáxia de Andromeda, a forma elíptica difusa que brilha perto do centro da imagem". E, ali, o barco Sem Fim: é um veleiro holandês construído em 1913 que foi transformado em casa e agora navega no Alqueva. Miguel Claro
Vista panorâmica que mostra a Via Láctea subindo acima das colinas da praia fluvial das Azenhas do Guadiana.
Vista panorâmica que mostra a Via Láctea subindo acima das colinas da praia fluvial das Azenhas do Guadiana. Miguel Claro
"Por vezes podemos ser repentinamente surpreendidos com um meteoro esporádico brilhante". Eis um desses momentos: "um brilhante meteoro dourado foi captado num single frame obtido no Parque de Natureza de Noudar a partir de uma sequência total de disparos de cerca de 4 horas. Em pano de fundo e à direita da árvore, é ainda visível a suave presença esbranquiçada da Via Láctea."
"Por vezes podemos ser repentinamente surpreendidos com um meteoro esporádico brilhante". Eis um desses momentos: "um brilhante meteoro dourado foi captado num single frame obtido no Parque de Natureza de Noudar a partir de uma sequência total de disparos de cerca de 4 horas. Em pano de fundo e à direita da árvore, é ainda visível a suave presença esbranquiçada da Via Láctea." Miguel Claro
A Lua cheia de Abril, conhecida como "Pink Moon" sobre a "linda vila medieval e o castelo de Monsaraz"
A Lua cheia de Abril, conhecida como "Pink Moon" sobre a "linda vila medieval e o castelo de Monsaraz" Miguel Claro
"Um cenário ao Luar com a presença do planeta Júpiter a brilhar por detrás de um céu nublado que se precipita acima da paisagem ácida da Corta da Mina", na Mina de São Domingos, Mértola.
"Um cenário ao Luar com a presença do planeta Júpiter a brilhar por detrás de um céu nublado que se precipita acima da paisagem ácida da Corta da Mina", na Mina de São Domingos, Mértola. Miguel Claro
"Uma visão nostálgica da lua cheia envolta no nevoeiro cerrado que se faz sentir em certas madrugadas frias do inverno alentejano". É o céu de Monsaraz.
"Uma visão nostálgica da lua cheia envolta no nevoeiro cerrado que se faz sentir em certas madrugadas frias do inverno alentejano". É o céu de Monsaraz. Miguel Claro
"Em contacto com os animais e a natureza num ambiente nocturno" de Monsaraz.
"Em contacto com os animais e a natureza num ambiente nocturno" de Monsaraz. Miguel Claro
"A Via Láctea, a nossa própria galáxia vista a partir da Terra e da Reserva Dark Sky Alqueva, acima de uma oliveira". Mourão e Barrancos.
"A Via Láctea, a nossa própria galáxia vista a partir da Terra e da Reserva Dark Sky Alqueva, acima de uma oliveira". Mourão e Barrancos. Miguel Claro
O Observatório e Sede Oficial Dark Sky Alqueva, localizado na Cumeada.
O Observatório e Sede Oficial Dark Sky Alqueva, localizado na Cumeada. Miguel Claro
A “Lua de titânio” de Miguel Claro que está entre as nomeadas para o concurso de fotógrafo de astronomia do Real Observatório de Greenwich.
A “Lua de titânio” de Miguel Claro que está entre as nomeadas para o concurso de fotógrafo de astronomia do Real Observatório de Greenwich. Miguel Claro
Sugerir correcção