1-0 para o primeiro laboratório cívico desenvolvido no país

O bairro de Santiago, em Aveiro, é agora um exemplo de “construção” de comunidade. Projecto piloto chegou ontem ao fim, mas deixa sementes para o futuro.

Fotogaleria
Diogo Prata
Fotogaleria
Diogo Prata
Fotogaleria
Lívia Cândido
Fotogaleria
Lívia Cândido
Fotogaleria
Igor Santos
Fotogaleria
Igor Santos
Fotogaleria
Tiago Pinho
Fotogaleria
Tiago Pinho
Fotogaleria
BS
Fotogaleria
BS
Fotogaleria
Juliana Paixão
Fotogaleria
Juliana Paixão
Fotogaleria
Carlos Silva
Fotogaleria
Carlos Silva
Fotogaleria
Hugo Correia
Fotogaleria
Hugo Correia
Fotogaleria
Leandro Tavares
Fotogaleria
Leandro Tavares
Fotogaleria
Adriano Miranda
Fotogaleria
Adriano Miranda
Fotogaleria
Adriano Miranda
Fotogaleria
Adriano Miranda
Fotogaleria
Adriano Miranda
Fotogaleria
Adriano Miranda
Fotogaleria
Adriano Miranda
Fotogaleria
Adriano Miranda
Fotogaleria
Adriano Miranda
Fotogaleria
Adriano Miranda

Homens, mulheres e crianças. Todos juntos numa mesma equipa, concentrados nesse objectivo final de fazer a bola entrar na baliza do adversário. Nas bancadas ouvem-se, essencialmente, palavras de apoio e palmas. Entre a assistência está o padre João Gonçalves, homem que conhece o bairro de Santiago, em Aveiro, como muito poucos – desde a sua origem, em 1983, até aos dias de hoje. Assiste ao jogo com entusiasmo, consciente de que a grande vitória já tinha sido conseguida fora do campo.

Sugerir correcção
Comentar