Os ready-made de Isabel Madureira Andrade estão no MAAT

Objectos comuns do quotidiano ganham uma força gráfica e visual nos trabalhos da artista açoriana que é um dos seis finalistas dos Prémio Novos Artistas Fundação EDP, em exposição no MAAT. O PÚBLICO está a traçar o perfil de cada um dos finalistas.

A reflexão sobre o conceito de apropriação dentro da prática artística de desenho e da pintura, o vínculo ao ready-made e a geometria na exploração plástica. Estes são temas que permeiam a produção artística da artista açoriana Isabel Madureira Andrade que apresenta um novo trabalho no MAAT, no âmbito do Prémio Novos Artistas Fundação EDP, do qual é um dos seis finalistas.