Diz-me se perdeste, dir-te-ei se falas de arbitragem

Benfica e FC Porto adoptaram, nesta temporada, a estratégia habitual: falar de arbitragem, sim, mas só nos maus momentos.

Hugo Miguel
Foto
Hugo Miguel LUSA/HUGO DELGADO

O título deste artigo resume, globalmente, a estratégia comunicacional de Benfica e FC Porto durante esta temporada (e não só). Em matéria de “tiro ao árbitro” não houve “anjos e demónios” e, para “águias” e “dragões”, a qualidade dos árbitros pareceu depender dos resultados da equipa.